Aquela tal felicidade...

12.4.18

Te convido a refletir sobre o que pensas ser felicidade... Talvez estejamos perdendo nossas vidas em busca de uma linha de chegada que, na verdade, deveria ser vivida diariamente. E esse nosso consumismo desenfreado e inconsciente por coisas inúteis e em quantidades muito além do que realmente precisamos, é um dos grandes responsáveis por nossa pseudo felicidade. 
.
Cada vez trabalhamos mais e mais para mantermos um padrão de consumo que só nos adoece e proporciona doses perecíveis de satisfação, pois logo vamos querer o celular de última geração, a calça nova porque as outras quinze já não estão tão da moda assim, o sapato da atriz da novela, a bolsa da capa de revista, a maquiagem que está todo mundo falando... Ufa!
.
E os anos vão passando, as contas aumentando e o tempo para fazer uma viagem, curtir com a família, brincar com os filhos, cuidar de si mesmo através da meditação, do autoconhecimento ou do simples e desinteressado “ficar de pernas para o ar” vão ficando para trás... Afinal, precisamos trabalhar o dobro, daí o cansaço bate e queremos só dormir, não falar com ninguém, nos enterrar e, agora, os estimulantes sintéticos viraram a nossa companhia, a nossa realidade! Vivemos no piloto automático e está difícil desligá-lo e retomarmos os nossos corpos, mentes e almas... 
.
Uma coisa é certa: ainda está em tempo de repensarmos nossas escolhas e optarmos por uma jornada mais conectada com a nossa essência e com a natureza. Não estou dizendo aqui para abdicarmos de tudo, para não comprarmos mais nada, largarmos nossos empregos e vivermos de luz. Só digo para termos equilíbrio. Para retomarmos o controle de nossas vidas. Para que os nossos pensamentos sejam realmente os nossos e não os da mídia, da sociedade ou de seja lá quem for que não sabe o que realmente existe em nossos corações... Pergunto: tuas escolhas têm sido tuas mesmo? As conseqüências deste despertar, eu garanto, são recompensadoras!
.
Vamos juntxs?

Nenhum comentário:

Curtiu? Não curtiu?
Então comenta aqui!

Tecnologia do Blogger.