ELLA: uma artista dessas, bicho...

26.12.17

As matérias da seção Inspirações são agendadas para saírem nas segundas-feiras. Porém, por motivos de "ontem era Natal" resolvi transferir a entrevista dessa semana para o pós Christmas. =p Até porque, a entrevistada de hoje merece ser o centro das atenções do dia e não competir com festividades natalinas, rs. 
.
Eu ainda lembro a primeira vez que ouvi a Mariana Bavaresco cantar... Foi, pra minha sorte, ao vivo. Era uma tarde qualquer e ela estava no Menfis Estúdio gravando guias para o seu primeiro CD. Meu namorado, um dos produtores do estúdio, já tinha se rasgado em elogios para ela. E como ele tem um ótimo ouvido e sensibilidade para detectar verdadeiros talentos, eu já fui esperando algo muito especial. E ele estava coberto de razão! A Mari me deixou, de verdade, boquiaberta! Eu não lembro quando foi a última vez, antes de tê-la ouvido, em que eu fiquei arrepiada - ininterruptamente - ao ouvir alguém cantando... Para ser sincera, eu não sei ao certo se, algum dia, isso já aconteceu... 
.
A Mariana Bavaresco é dona de uma multiplicidade de talentos. Essa matéria tem por objetivo trazer os de cunho musical. Eu não poderia, no entanto, deixar de mencionar seus demais atributos artísticos-culturais. Começamos, então, por sua profissão. A Mari é praticamente Jornalista já. Digo praticamente, pois ela está a um semestre de receber o seu diploma. E caso resolva seguir, de fato, a carreira jornalística, o prognóstico é excelente... 
.
Outra de suas facetas é a de colunista. Ela escreve, semanalmente, sobre amor, comportamento e empoderamento feminino no blog da Atlântida, ATL Girls, composto somente por mulheres incríveis, como Duda Buchmann, Juju Massena, Pamela Ghilardi e outras tantas gurias maravilhosas! E os textos da Mari são de tirar o fôlego.
.
Jornalista, colunista do ATL Girls e slammer. Sim, a Mari também dá show declamando suas poesias - com o pseudônimo Ella - nos diversos Slams que ocorrem em Porto Alegre. No último Slam Chamego, por exemplo, Ella saiu campeã. Justíssimo! Os Slams que acontecem na capital são um reduto de jovens talentos que vão te surpreender. Se puder assistir algum, eu recomendo de olhos fechados. Inclusive, uma reportagem com as gurias do Slam das Minas vai rolar aqui no blog nas próximas semanas. Aguardem! 

Foto retirada do acervo pessoal da artista no Instagram.

Seguimos! Finalmente chegamos na Mari musicista. E eu me encho de orgulho em falar nela... A voz dela é doce, mas, ao mesmo tempo, forte. Marcante. E, como se não bastasse interpretar de maneira encantadora, ela ainda compõe. Detalhes: a letra AND a melodia. Então, te convido a conhecer um pouco mais de Ella... Confere a entrevista que ela cedeu ao blog!     

1) Fala um pouco sobre ti e de teu trabalho.

Meu nome é Mariana, eu tenho 21 anos e canto desde que eu tenho 4 anos. Sempre disse que queria ser cantora. No começo meus pais não acreditavam muito, mas um dia me escutaram cantar e começaram a levar a sério. Iniciei minhas aulas de técnica vocal aos 12 anos e nelas continuei até os 19. Em paralelo com o sonho da música, meus pais me disseram que queriam que eu tivesse um diploma e não valia muito a pena fazer faculdade de música (e não era esse meu desejo) resolvi, então, fazer faculdade de jornalismo. Costumo dizer que jornalismo é meu encanto e música é a minha necessidade 

2) Olhando para trás, lá quando decidiste seguir nessa área/carreira, o que dirias que te motivou? Ou quem?

Na verdade, pra ser bem sincera, ninguém. A música era uma coisa de mim, sempre foi! No jornalismo, eu cresci em um lar de comunicadores, então sabe como é... a fruta nunca cai longe do pé

3) Se fosses fazer um balanço com os trabalhos que já realizaste, qual tu consideras ser o mais importante deles? Pode ser porque te rendeu maior satisfação pessoal, financeira... enfim! O que te dá o maior orgulho de ter feito.

Com certeza eu tenho quatro grandes momentos que marcaram a minha vida. O primeiro foi minha apresentação no Prêmio de Porto alegre "Açorianos" e, o segundo momento, foi quando tive a oportunidade de começar como colunista da Atlântida. O terceiro momento é, agora, com a produção do meu álbum e o quarto foi a descoberta ou melhor, a redescoberta de uma poeta em mim, quando descobri os slams aqui em Porto Alegre.

4) Aonde tu queres chegar? Já alcançaste o que desejavas com o que fazes?

Minha meta é poder viver bem com o dinheiro da música. Poder me sustentar com isso. 

5) Para quem quiser conhecer e contratar os teus serviços, onde devem te procurar? Quais tuas redes?

Podem me procurar pelo meu facebook pessoal, pelo twitter ou pelo instagram.

6) Como te definirias como artista? Pode ser em uma palavra, uma frase, um parágrafo... Sinta-se livre!

Resiliente 

7) Influências... Tens? Tu te inspiras em alguém? Fale um pouco sobre isso...

Me inspiro em muitas pessoas. No âmbito musical minhas grandes inspirações são Amy, Ella Fitzgerald, Aretha Franklin, Lauryn Hill, Erykah Badu, Tupac, Run Dmc e Bruno Mars. No jornalismo, Carol Anchieta: admiro MUITO! 

8) Por último, meio que “Corrente do Bem” (risos), queria te pedir para indicar alguém - na mesma área que atuas - que consideres ser um anônimo ilustre e uma inspiração no que faz.

Monique Lindmann, ela não é, exatamente, da mesma área, mas é uma mulher incrível. Vê a moda de uma forma nova, inovadora e democrática. Tem um olhar sensível ao olhar pra moda.

P.S.: A Mari também é atriz de musicais. Aguarde os próximos capítulos de mais essa peculiaridade dela... ;)

Mari, a honra em te ter como convidada no blog é indescritível... Pessoalmente, admiro o teu trabalho e a mulher incrível que és: forte, linda, talentosa e determinada. 
.
Ella ou Mari. Mari ou Ella está em processo de gravação de seu primeiro CD. O álbum está sendo totalmente produzido e dirigido pelos guris do Menfis Estúdio. Já tive oportunidade de demonstrar  a todos da equipe meus mais sinceros desejos de sucesso para esse lindo projeto (vocês vão ver!). Um reconhecimento maior do trabalho da artista é só uma questão de tempo. Aos que já têm o privilégio de assisti-la cantando, tenham a certeza, está faltando - somente - formalizar o fã clube, pois a admiração por seu talento é algo indiscutível!   
Gostaria de agradecer a gentileza da Mari em estar na seção Inspirações, divulgando a campanha dela que tá rolando no Catarte, site de financiamento coletivo (tu podes colocar o teu projeto lá também!!!) para auxiliá-la a cobrir os custos da produção do CD. Acesse o link do projeto aqui, ouça a artista cantando e aproveite para contribuir com esse trabalho que é certeza de sucesso! 

Confere no Youtube o som Vazio, de Ella, e compartilha o trabalho dessa talentosa mulher gaúcha!

Ficha Técnica de VAZIO:
Imagens captadas de Iphone 7. 
Captação de áudio : Estúdio Menfis 
Captação e edição de Vídeo : Inside The Box 

OBRIGADA, MARI! 







Nenhum comentário:

Curtiu? Não curtiu?
Então comenta aqui!

Tecnologia do Blogger.